Total de visualizações de página

Olá...
Observe, navegue, leia, e poste suas considerações.
Se quiser postar poemas, aceito...agradeço...
Um abraço
Rosana

quarta-feira, 10 de março de 2010

A RESPOSTA É '' O FIM''




É meio de agosto
O sol brilha fraco ao meio dia
O vento sopra o frio e
Entra devagar no coração que se partiu
Os olhares passam despercebidos
A alma indaga resposta
A pergunta que o coração teima em fazer
A razão procura despistar
A emoção não consegue se controlar
O tempo mostra a fase sombria
A realidade se mostra nua
A reposta veio, sem jeito
Daquela maneira, sem nexo
‘’O tempo e os contra – tempos’’
Saiu como reposta
Que tanto tempo martelou o coração
Tão simples, tão evasivo
A desculpa saiu sem culpa
O tom da voz mostrou a insignificância
O suspiro vem, a dor imerge
Uma lágrima corre
É o fim da amizade singela
Que poderia ter caminhado
Para a casa do amor sublime

Um comentário:

  1. Amor não realizado costuma doer ao quadrado!
    Parece o caso, Rosana.

    Beijos
    Jorge

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado assim que a autora ler.
Obrigada.